PRESIDENTE DA CÂMARA REPUDIA TENTATIVA DE DESGASTAR O LEGISLATIVO ROSARIENSE

O presidente da Câmara de Rosário, Vereador Luís
Carlos, o Kiko (PMDB), divulgou vídeo em sua rede social no facebook para
repudiar a atitude irregular e arbitraria da Companhia Energética  do Maranhão – CEMAR, que suspendeu o
fornecimento de energia do prédio do legislativo Rosariense.
Kiko também lamentou a forma tendenciosa como a TVR –
canal 13 de rosário abordou o assunto, desrespeitando um dos princípios básicos
do jornalismo, a isenção – que é ouvir sempre os dois lados da notícia, quando lhe
foi negado o direito de resposta na TV e na Rádio do Sistema de Comunicação
Rosariense.
Segundo o presidente da Câmara, trata-se de débitos
referentes a legislatura anterior. “As contas sob minha gestão estão em dia,
por isso estranhei o corte e somente agora tomei conhecimento da existência dos
débitos que são da legislatura anterior, por isso jamais alguém pode me imputar
a responsabilidade por esse corte totalmente arbitrário e irregular”,
assegurou.
Segundo a assessoria jurídica da Câmara, a Resolução
Normativa 414/2010 da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL proíbe esse
tipo de interrupção e por isso vai acionar judicialmente a CEMAR. (Art – 172, §2º É vedada a suspensão do
fornecimento após o decurso do prazo de 90 (noventa) dias, contado da data da
fatura vencida e não paga, salvo comprovado impedimento da sua execução por
determinação judicial ou outro motivo justificável, ficando suspensa a contagem
pelo período do impedimento).
Sobre os ataques da TVR, a Câmara Municipal também
pedirá judicialmente o direito de resposta para esclarecer os fatos na mesma
proporção que eles foram divulgados.
“Não podemos aceitar esse tipo de conduta de
instituições que, na verdade deveriam zelar pelo que fazem ao invés de
embarcarem na onda daqueles que nos perseguem politicamente”, lamentou o
presidente.

Deixe uma resposta