VIADUTO JÁ CAUSOU INÚMERAS TRAGÉDIAS PARA BACABEIRA

O que a obra superfaturada trouxe para o município, foi bem diferente daquilo que prometeu o DNIT/MA.

Desde sua liberação em 19 de março de 2018 pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que o Viaduto construído bem no centro do município de Bacabeira produz tragédias para a população.

O que a obra superfaturada trouxe para o município, foi bem diferente daquilo que prometeu o superintendente do DNIT/MA, Gerardo Fernandes no dia da inauguração:

“Essa obra também veio trazer mais segurança para a população do município de Bacabeira, na travessia urbana da 135/MA. O viaduto, assim como a duplicação da BR 135/MA, melhora o tráfego para os condutores proporcionando mais agilidade e reduzindo o tempo de percurso em cerca de uma hora, trazendo benefícios econômicos para o Maranhão”, ressaltou.

A agilidade no trafego prometida pelo DNIT já ceifou dezenas de vidas nas duas cabeceiras do monstro de concreto. Na manhã de ontem (08), André Ricardo Barros, morador de Bacabeira foi violentamente atropelado por um motociclista que descia o Viaduto. Ricardo não resistiu a pancada e faleceu horas depois.

Segundo o DNIT, mais de 10 mil veículos passam diariamente pelo local que agora é conhecido como “Viaduto da Morte”.

Nas redes sociais, um protesto está sendo organizado para fechar a rodovia até que o DNIT instale barreiras eletrônicas no local.

Deixe uma resposta