“Quero ser o candidato do povo do Maranhão”, diz Weverton Rocha

Em entrevista à TV Mirante, senador e pré-candidato do PDT diz que está viabilizado dentro dos critérios estabelecidos no pacto assinado pelo governador Flávio Dino e espera ter também o apoio do ex-presidente Lula, do prefeito Eduardo Braide e do ex-prefeito Edivaldo Júnior.

O senador Weverton Rocha (PDT) confirmou nesta sexta-feira, 13, em entrevista ao quadro Bastidores, do programa Bom Dia Mirante, que vai lançar sua candidatura ao Governo do Estado neste sábado, em Imperatriz.

E deixou claro que espera ter o apoio não apenas do governador Flávio Dino (PSB), mas do ex-presidente Lula, do prefeito de São Luís Eduardo Braide (Podemos) e também do ex-prefeito Edivaldo Júnior (PSD), outro nome na disputa.

– Quero ser o candidato do povo do Maranhão. Estamos construindo nossa candidatura de baixo para cima, tanto que a maioria dos partidos que estão comigo é presidida por jovens que não se rendem. Todos representantes do povo – afirmou.

Na conversa com o jornalista Clóvis Cabalau, Weverton afirmou que suas ações seguem dentro das regras estabelecidas no pacto assinado por ele, pelo governador Flávio Dino, pelo secretário Simplício Araújo (Solidariedade) e pelo vice-governador Carlos Brandão, que também tenta se viabilizar como candidato. 

– O governador sabe que eu sou da unidade. E ele próprio nunca foi escolhido dentro do Palácio, até porque o palácio era ocupado por outro grupo. Estar no palácio pode pesar, mas o importante é construir nas bases, como o povo. E hoje, sem demérito de nenhum outro candidato, sou aquele que reúne o apoio do povo, como mostram as pesquisas, tenho uma base partidária sólida e uma relação forte, que abre portas em Brasília – pregou o candidato do PDT.

O senador pedetista ressaltou que construiu sua trajetória de candidato ao lado das camadas mais populares da população e buscando as forças partidárias, hoje lideradas por jovens políticos, “de um novo momento” inaugurado, inclusive, por Flávio Dino.

– O momento é outro, não é de imposição; tanto que eu e a senadora Eliziane Gama (Cidadania) fomos eleitos ao Senado por que construímos nossa candidatura a senador nas bases, buscando o povo, conversando nas comunidades, exatamente como faço agora – afirmou.

Weverton é hoje o candidato mais bem posicionado nas pesquisas dentre os postulantes da base de Flávio Dino. Além disso, reúne seis partidos em sua aliança – PDT, DEM, PP, PSL, Cidadania e PRB.

A candidatura de Weverton será lançada em um ato neste sábado, em Imperatriz, sua cidade natal.

www.marcoaureliodeca.com.br

Deixe uma resposta